cine950.png

cine950.png
Blog dedicado a divulgação do Projeto História e Cinema, que discute o cinema como ferramenta pedagógica no trabalho com a disciplina História.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Cinema e cordel juntos no Cinehistória

A primeira exibição após as férias será especial para nós. O cordelista José Marcelino da Rocha, o Zé Santana, também participante do Projeto História e Cinema, escolheu a sala do Cinehistória para fazer o lançamento do seu novo cordel: Os Célebres Jesuítas.image A missão capa

Nessa ocasião, exibiremos o filme A Missão. Dirigido por Rolland Joffé e vencedor da Palma de ouro no festival de Cannes em 1986, o longa é uma excelente retração dos conflitos travados pelas potências ibéricas quando da ocupação do interior do continente americano, sobretudo ao abordar a situação dos povos indígenas nesse fogo cruzado.

A ação dos padres da Companhia de Jesus no tocante a catequização dos nativos é mostrada em cenas sublimes, assim como são viscerais as que retratam a ação dos mercenários caçadores dos chamados negros da terra. O filme que também foi indicado a oito estatuetas do Oscar, e conta no seu elenco com Robert De Niro e Jeremy Irons é uma ferramenta indispensável para quem usa o cinema nas aulas de História, pois suscita importantes discussões e aborda elementos que podem ser mote para reflexões sobre a relação presente-passado. Temas como genocídio, etnocídio, aculturação, exploração colonial, contra-reforma católica, entre outros podem ser estimuladas pela exibição do filme.

A missão  3

Na ocasião, convidaremos os alunos da educação de jovens e adultos para se fazerem presentes, pois combinamos com os professores para que trabalhassem a ação da Companhia de Jesus no Brasil Colonial para que os alunos compreendessem melhor o cordel e o filme.

A missãoA missão II Leitores do blog, o que vocês acham desse filme? Eu particularmente o considero um ótimo instrumento didático, pois explora muito bem os conflitos entre portugueses e espanhóis pela posse das terras e das almas dos índios. E vocês, o que acham que pode ser discutido após a exibição do filme? Aguardo a opinião de todos.

Assistam ao trailer do filme. Fico esperando os comentários.

4 comentários:

  1. Analisei cada cena do treiler, viagei novamente nesse documento, extraordinário, vi o painel onde está o cordel de Zé Santana, com compelenmento da aula que mescla filme e cordel,mostrando aos alunos que educar, é a maneira de conhecer e desenvover potencial, e que os governantes tem que apostar na educação de qualidade e desdobramento da nossa e história de vida, sonhos e espaços, vividos pelos heróis nacionais e os Célebres Jesuítas. A guerra do poder, foi um grito no silêncio, mas ecoou no coração de Deus, aquele cena do Jesuíta levando nossa pérola maior da Igreja,A EUCARISTIA, era como quem parte pra morte, mais deixa um legado e ensinamento, de amor, partilha e coragem, que ora se documenta, e como diz a rede GLOBO, vale a pena vê de novo! Pois quem viu a MISSÃO, seu repeteco aflora a alma e aumenta o conhecimento, na visão detalhada dos catequizando e educadores que pisaram nesse solo, chamado Brasil, e agora no lançamento do cordel de Zé Santana- CÉLEBRES JESUÍTAS, tem essa unidade : CINEMA E CORDEL, algo novo, novíssimo, na educação de qualidade.
    CINEMA E CORDEL, documento vida e hostória, Brasil dos heróis nacionais, dos mestres Jesuítas, e dos teríveis exploradores, que ora está lavrado o documento : CINEMA - A MISSÃO.
    CORDEL - OS CÉLEBRES JESUÍTAS. Vamos Lá!!! O lançamento vai está no ar!!!, OK? Poeta e Escritor: Zé Santana, ZS>>>

    ResponderExcluir
  2. olá,tudo bem? mais uma vez impegnado de vontade e dedicação que tenho pelo cinehistoria e o mundo acadêmico,me exponho para comentar sobre um trabalho maravilhoso que é desemvolvido por uma equipe e que equipe: josemar e zé santana, tiveram uma estraordinária idéia de mesclar cinema e cordel que por sinal dispertou a atenção de todos.quero pedir desculpas a todos pelo atraso mas por motivos pessoais não aconpanhei a apresentação desde o inicio,mas cheguei a tempo e estou aqui expondo minha visão critica.qunto ao filme uma brilhante exibição do filme: A MISSÃO.o mesmo relata a história de um frustrado mercador de escravos que ao matar o seu próprio irmão, fica depressivo e uma forma de sair disso é aceitar um convite de um jesuita, o mesmo resolve pagar uma penitência e seguir em direção a santa missão onde se torna um jesuita e passa a ser um defensor assiduo dos interesses indigenas coisa que era contra antes, já que era um mercador de escravos indigenas.FIQUEM COM O SOBERANO E ATÉ A PROXIMA EXIBIÇÃO.VALDIR ESTRELA

    ResponderExcluir
  3. Valdir, você faz parte dessa equipe que faz o Projeto História e Cinema. Muito obrigado pelo comentário. A missão é um filme maravilhoso, pois não se limita a mostrar os fatos, mas o faz de maneira provocativa. Valdir, acho que a arte precisa fazer isso, se não para que existir? Te espero na próxima exibição que irá ocorrer agora no mês de outubro. Valeu!!!

    ResponderExcluir
  4. Professor Josemar - Feliz 2011 para você e sua família. continuemos a obra inacabada do cine história, pois estamos ainda no inicio de um edificar, com base e pilastras fortes, pra mim que sou cooperador do projeto em auxílio a você massageia meu EGO ao vê tantas bons comentários a respeito da produção exibida e do efeito educacional que é o flsh cinematografico, assume na mente de cada aluno, quer seja do EJA, que seja do PRÉ-VESTIBULANDO, a ação do cinema, não é uma força da gravidade, mas é um elo de atração e dispertar que leva seu olhar ao longe, os ângulos são muitos, as mentes também, mas cada pessoa no seu jeito impar, ou pessoal tirou uma mensagem para a vida e para o aprendizado na área histórica, que é por aí que entendemos o solo em que pisamos, e quem é a política, suas grandezas e, injustiças que os envolvem.
    Viagei em cada cena, dos filmes passado numa retrosperctiva, me parece que me transportei ao tempo e adentrei nas cenas próximas passadas do ano 2010, o novo ano trás tudo novo, de novo! Sabemos que vem PLATOON e CANUDOS, esperem-nos preparando para assitir, no Especial do lançamento do Cordel de CANUDOS, UM SONHO DE LIBERDADE ... No Cine história quero vê se levo 10 amigos educadores e Dr. Ronaldo( Ele valoriza muito a cultura estive com ele ontem dia 31/12/2010 e falou da imporatância desse projeto e melhor ainda os comentários). Tenha certeza que CANUDOS, no lançamento vai a noite de falarmos dos socialistas desse país, e do Cearense Antonio Conselheiro, um Cearense de Quixeramobim, no Ceará, Brasil, fez a linda comuna de Belo Monte, em CANUDOS - Bahia, e o sonho de homens livres e progressista, claro, em manter-se livre, inquietou os poderosos da antiga REPÚBLICA,e que seu exército nacional, matou o povo, acabou-se o que era a doce, mas tivemos a felicidade de ter um escritor no meio para filmar e documentar o acontecido, EUCLIDES DA CUNHA,no seu livro, OS SERTÕES, e agora o poeta e escritor Zé Santana, trás a história a tona, num jeito dinâmico, resumido e prazerosa, uma forma poética, que pode se tornar canção e ser cantado no Brasil de canto a canto, a partir da Bahia, onde tudo começou, o cine história trouuxe-nos os meios e as ferramentas de não deixar a história morrer, mas reflorecer cultura e ensinamentos.

    Parabéns, Professor Josemar, Josmey, Maria do Carmo, Leda e toda equipe do CEJA,pela retrospectivas e as novas produções 2011, PLATOON E CANUDOS.

    GOD IS GOOD!!! HAPPY DAY, ZS ...>>>

    ResponderExcluir