cine950.png

cine950.png
Blog dedicado a divulgação do Projeto História e Cinema, que discute o cinema como ferramenta pedagógica no trabalho com a disciplina História.

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Apresentação do Projeto História e Cinema no Afonso Tavares de Luna

DSC00322DSC00301

O nosso Projeto História e Cinema subiu mais um degrau, e com passos firmes e seguros vamos, gradativamente, concretizando nossos anseios, cumprindo a nossa agenda para esses primeiros anos. Em setembro de 2009, demos início as nossas atividades com as turmas do pré-vestibular do CEJA Joaquim Gomes Basílio. No decorrer daquele ano escolhemos filmes indicados por algumas universidade em seus guias para vestibulandos. Após a exibição dos filmes, realizávamos debates e aplicavámos simulados com questões referentes ao tema exposto no filme.

Em 2010, começamos a trabalhar com as turmas da EJA (Educação de Jovens e Adultos), para isso, contei com a colaboração muito importante das professoras Ruth e Margarida, que realizavam as discussões dos temas que precediam as exibições. A partir desse ano também fiz a escolha de dois alunos para me auxiliarem como colaboradores do CineHistória, Tony Antonio dos Santos e José Marcelino da Rocha (Zé Santana), a quem eu muito agradeço, e que ainda permanecem comigo. No final de 2010, em novembro para ser mais preciso, o projeto História e Cinema representou o CEJA na feira regional de ciências, que se mostrou uma ótima oportunidade de divulgação de nosso trabalho.

Chegamos a 2011. Ampliamos o número de salas que participam efetivamente das exibições. As turmas das professoras Cláudia e Lucília juntaram-se as turmas das professoras Ruth e Margarida nessa viagem pela história através do cinema. Cresceu, portanto, o número de alunos diretamente envolvidos com o CineHistória.

Muito bem, chegamos então ao assunto principal desta postagem. O projeto História e Cinema ganhou um novo espaço, a Escola Afonso Tavares de Luna, na zona rural de Brejo Santo. Nessa instituição escolar que abrange desde a educação infantil até o nono ano do ensino fundamental, e veiculada a secretaria municipal de educação de Brejo Santo, leciono em 2011 nas salas do 6º ano A e B e no 7º ano A no turno da manhã e realizarei as atividades do Projeto História e Cinema apenas no sétimo ano nessa primeira etapa. Prefiro seguir a experiência de sucesso no CEJA Joaquim Gomes Basílio e galgar passos lentos, para que construamos uma base sólida num primeiro momento. Aos poucos iremos ampliar o número de alunos participantes.

Bem, no Afonso Tavares de Luna, o projeto História e Cinema acontecerá de um modo um pouco diferente do CEJA, pois sou o professor titular das salas, então os filmes escolhidos não seguirão um planejamento mensal de temas, pois poderei exibir os filmes sobre os assuntos que estarei trabalhando com os livros didáticos. Após a exibição do primeiro filme, farei uma postagem registrando os passos dados até o dia da projeção e posterior debate. Por enquanto, quero apenas mencionar que cumprimos uma importante etapa no processo de desenvolvimento do CineHistória no Afonso: a apresentação do projeto para os alunos.

DSC00261

A apresentação, que gosto de chamar de convite, aconteceu no dia 30 de maio e contou com a presença da coordenadora pedagógica, a professora Adriana Florêncio dos Santos. Os alunos foram extremamente receptivos, faço questão de ressaltar. Basicamente, falamos sobre a importância do cinema como recurso pedagógico, principalmente nas aulas de História. Apresentei também vídeos mostrando os eventos do CineHistória no CEJA, fiz a apresentação do blog e de nossa comunidade no Orkut. Aproveitei a oportunidade para falar um pouco também sobre os dois primeiros filmes que iremos exibir no Afonso. Bem, acho que foi tudo bem proveitoso.

DSC00251

DSC00254

DSC00257

DSC00258

DSC00263

Na ocasião escolhemos os dois alunos que serão os colaboradores do Projeto: Andreina e Levi. Com certeza, darão conta das responsabilidades. Pessoal, até a próxima. Resta a nós agora continuarmos efetivando nossos anseios. Se vocês, leitores, alunos, professores colaboradores, enfim todos vocês, seguirem me dando forças, conseguiremos com certeza.

DSC00265

DSC00266  

Segue uma relação do quadro de funcionários do Afonso Tavares de Luna, pois sinto que todos, direta ou indiretamente são companheiros do nosso projeto.

Diretor Geral: Pedro Pereira Neto

DSC00276

Diretora Adjunta: Cícera Maria de Oliveira

Coordenadora Pedagógica: Adriana Frorencio dos Santos

Professores

Antonio Eduardo P de Sousa

Carlos André Inácio Cavalcante (Carlinhos)

Cícera Irlane Tavares

Cícera Jucielda dos Santos (Euda)

Cícera Maria dos Santos

Francisca Leite de Moura (Solange)

Francisca Leni de Figueiredo

Francisco José do Nascimento (Ygor)

George Lunardeli Silva Machado

Hadson Lima Alves (Disson)

Josemar de Medeiros Cruz

Juscilene Alves de Moura (Juci)

Leandro da Silva Muniz

Lúcia Otília do Nascimento

Luís Carlos dos Santos (Carlinhos)

Maria Alves Tavares (Lula)

Maria Lúcia Machado Silva

Maria Rosilane R Silva

Tereza Cristina dos Santos Genuíno

DSC00304

Secretárias:

Cícera Leite Sampaio

Cícero Tiburtino de Luna

Daniele Guerrilde Roberto do Nascimento

Francisca Alves de Moura (Neta)

Francisca Lucena Tavares

DSC00278

Bibliotecária

Maria Rejane de Figueiredo

DSC00134

Auxiliares de Serviços Gerais

Cícera Pereira Saraiva (Silvana)

Francisca Luci Leite de Luna

Francisca Monteiro da Silva

Maria Aparecida Ferreira de Sousa (Cida)

Maria Girlane Barros da Silva (Lane)

Maria Isaura de Sousa

Maria Socorro Salviano Medeiros

Marlene Alves de Moura (Lila)

Socorro Santos da Silva

 

Auxiliar de Nutrição:

Cícera Adelaide Salviano Medeiros

Domingas Coelhos Mendes da Silva

Francisca Alves de Moura (Neide)

Maria Gessiane da Conceição

Maria Silvana dos Santos

Maria Zizi dos Santos

DSC00279

Vigia: Francisco Adailton Landim

Porteiro: Antonio Edson da Silva

DSC00299

Canudos: literatura de cordel e cinema juntos no CineHistória

Filme 2

Pessoal, quero agradecer a presença de todos na exibição do filme Guerra de Canudos. Este foi o filme mais longo que exibimos, e infelizmente não pôde ser assistido integralmente por todos os presentes. A despeito disso, sei que foi uma noite prazerosa e de grande oportunidade para refletirmos sobre tão significativo evento de nossa história. Vejam abaixo algumas imagens dessa noite:

DSC00392

DSC00403

 DSC00398

Bom, para quem não estava presente, faço questão de relatar que fizemos uma singela homenagem ao diretor Sérgio Rezende, que completou recentemente 60 anos, e que nos brinda constantemente com películas que tratam com propriedade de fatos da história do Brasil. Filmes como Zuzu Angel, Lamarca, O homem da capa preta e Salve Geral são estímulos para conhceçamos mais a nossa história.

Sérgio Rezende, diretor de Guerra de Canu

Após esse pequena fala introdutória minha, em que explanei também sobre as razões gerais para que exibíssemos Guerra de Canudos, o poeta e colaborador de nosso projeto, José Marcelino da Rocha, fez o relançamento do seu cordel Canudos: um sonho de liberdade. Zé Santana, como é mais conhecido, falou um pouco sobre o sentido político do arraial e sobre o misticismo em torno de Antônio Conselheiro. Após esses pequenas falas, iniciamos a projeção do filme.

DSC00401  

DSC00404

Pessoal, mais uma vez obrigado pela colaboração. Até a próxima!