cine950.png

cine950.png
Blog dedicado a divulgação do Projeto História e Cinema, que discute o cinema como ferramenta pedagógica no trabalho com a disciplina História.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Projeto Planejando com Cinema

DSC02438

No dia 25 de outubro de 2012, demos início a mais uma importante etapa do nosso trabalho pedagógico em torno da relação entre o cinema e o ensino de História. Trata-se da atividade que denominamos Planejando com cinema.

Nas quintas-feiras os professores da área de Ciências Humanas do CEJA Joaquim Gomes Basílio se reúnem para o planejamento pedagógico semanal e para o que denominamos estudo coletivo do currículo das disciplinas que ministramos. Propus então que o cinema poderia inserir-se nesse contexto como catalisador de debates sobre os temas que fôssemos estudando, despertando novas abordagens para o assunto e nos encaminhando para um debate mais amplo no sentido de utilizarmos as novas mídias no processo de ensino.

DSC02442

É importante ressaltar que ao propor a utilização de projeções visuais em nossos encontros, viso também a elaboração de um material pedagógico para futura utilização dentro da própria escola, ou seja, ao final dessa atividade, nós professores, produziremos um conteúdo programático para aplicação junto aos alunos, além, obviamente, do nosso próprio aprendizado.

Combinamos que a cada três encontros semanais, um deles será dedicado a essa atividade, e escolhemos como primeiro tema de debate o processo de descolonização do continente africano, e como estudo de caso a independência da Argélia. A partir daí, selecionamos o artigo A Batalha de Argel, escrito por Adson Rodrigo Silva como texto que seria lido antes do encontro e foi pedido a cada professor que fosse feito um estudo prévio do capítulo do livro didático adotado pela escola sobre o assunto, no caso, História: das cavernas ao terceiro milênio, da Editora Moderna, Volume 3, capítulo 7, p. 121-124.

A batalha de argel 1

No dia marcado para o encontro, abrimos a sessão com a leitura coletiva da sinopse do filme (BERGAN, Ronald. Cinema. Rio de Janeiro, Editora Zahar, 2009) e debatemos o artigo citado no parágrafo anterior, criando uma ambiência favorável a concentração nos aspectos históricos do filme, mas também para possibilitar uma adequada contextualização do filme também com produto cultural, já que falamos um pouco sobre o diretor, suas convicções políticas e do filme como um instrumento de intervenção social.

Bem, o filme escolhido para nortear as nossas discussões foi A Batalha de Argel, dirigido em 1965 por Gillo Pontecorvo. Considerado pela crítica uma obra seminal, recebeu o prêmio de melhor filme do Festival de Veneza. É um verdadeiro painel ilustrativo do desenrolar dos acontecimentos dramáticos que envolveram a libertação da Argélia, mas mostra tudo de maneira imparcial, levantando os vários aspectos envolvidos no projeto de independência, bem com os movimentos contrários a esse fim.

a batalha de argel 3

Ao final, decidimos o que seria o tema da próxima projeção: a criação do Estado de Israel. Acertamos também que iremos intercalar nas próximas sessões, filmes de conteúdo histórico com a exibição de documentários que tratam da relação entre cinema e educação, para que possamos mergulhar na produção teórica relativa ao nosso trabalho.

images

Como culminância foi decidido também elaborarmos ao final de cada encontro alguns questionamentos sobre o filme e sobre a utilização do recurso visual cinematográfico para posterior uso em sala de aula. Assim como a confecção de um painel expondo as atividades do Planejando com cinema. Além, é claro, da publicação das ações no blog do CineHistória.

DSC02617

Até o final do ano passado, além dos temas citados, discutimos também a atual situação de conflito no Iraque, a partir do que consideramos um marco que agravou os conflitos já existentes: o 11 de Setembro. É importante ressaltar que não escolhemos a longo prazo os conteúdos a serem discutidos, pois é importante que deixemos uma discussão nos encaminhar para outra.

Já em 2013, durante a semana pedagógica do CEJA, a experiência do projeto Planejando com cinema foi compartilhada com os demais professores da escola, quando expus a metodologia de trabalho e os objetivos que desejamos efetivar.

DSC02997

DSC02994

Espero com isso estar contribuindo para a dinâmica dos estudos docentes dentro da instituição escolar e quem sabe, plantar uma ideia que possa ser desenvolvida e disseminada entre outras escolas. Para isso, conto com as contribuições dos leitores do blog, através de sugestões postadas aqui. Em breve farei outra postagem com as atividades desenvolvidas em 2013 em nosso momento de planejamento com o cinema.

Até a próxima!

4 comentários:

  1. Todos sabem que a inveja não é um dos sentimentos mais valiosos que existe, mas quando a gente a sente de forma positiva ela não é tão ruim. Confesso que desde quando soube desse momento Planejando com Cinema senti inveja do grupo de professores que dele participa, ou seja, senti uma enorme vontade de poder fazer parte de uma experiência tão moderna, inovadora e necessária para a nossa formação de professor. Participar de um momento de aprendizagem sobre como usar uma Arte tão fascinante nas aulas de História. E olha, que eu não sou professora de História. Parabéns pela iniciativa! Professora Sandra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que um dia você possa participar também mais diretamente das discussões conjuntas. No entanto, ressalto que a participação dos leitores do blog aqui nesse espaço também é muito importante. Tomara que essas atividades sejam bem aproveitadas e a ideia não fique apenas numa boa tentativa. Conto com a ajuda de todos vocês

      Excluir
  2. Professora Sandra, tive a oportunidade e o prazer de participar de um desses encontros. Na ocasião assistimos ao documentário: “THE BIRTH OF ISRAEL” (A criação do estado de Israel). Foi um momento proveitosíssimo, pois além de pesquisar sobre a relação Cinema e educação, constituiu-se como experiência na futura profissão docente. Mais uma vez parabenizo pela iniciativa e sempre que puder participarei.
    Valdir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valdir, seria ótimo contar com a tua presença. Infelizmente a tua carga de ocupações nesse semestre não vai permitir isso, mas te colocarei a par das datas, e quando puder, não deixe de comparecer. Trabalharemos a Tropicália nesse momento. Depois te envio o material. Até mais e obrigado por mais um comentário.

      Excluir