cine950.png

cine950.png
Blog dedicado a divulgação do Projeto História e Cinema, que discute o cinema como ferramenta pedagógica no trabalho com a disciplina História.

sábado, 7 de abril de 2012

Os alunos do CEJA conhecem o tema de 2012

DSC01411 DSC01429Durante o mês de março fizemos a apresentação do tema Mídia, Sociedade e Violência urbana para as turmas do EJA presencial da Centro de Educação de Jovens e Adultos Joaquim Basílio, na cidade de Brejo Santo. Essa é a primeira etapa dos trabalhos em contato direto com os alunos. É um momento especial, pois nele esclarecemos ao corpo docente todas as atividades que serão desenvolvidas ao longo do ano, e os convidamos para construirmos juntos um ambiente de aprendizado, onde possamos realmente refletir sobre o tema proposto, no intuito de tomarmos uma atitude efetiva no que se refere ao crescente nível de violência em nossa sociedade.

DSC01392 DSC01395 DSC01423 DSC01402No entanto, antes mesmo de apresentarmos o tema aos alunos e iniciarmos a exibição dos filmes, tudo foi planejado e repassado para os professores como já mencionei na postagem anterior. Não obstante, quero mencionar outro encontro super produtivo que tivemos no dia dois de março, quando debatemos os vídeos que seriam apresentados aos alunos. Além das professoras, estavam presentes os alunos colaboradores Tony Antonio dos Santos e José Marcelino da Rocha. Nesse encontro também fizemos o cronograma das exibições, que terão início no mês de abril, com o filme Cidade de Deus, dirigido por Fernando Meireles.

SAM_0705 SAM_0712Os debates também girarão em torno do material didático dos alunos, pois o livro de Sociologia adotado pela escola, Tempos Modernos, Tempos de Sociologia, de Raquel Balmant Emerique e Julia O´Donnell, trabalha o tema da violência em seu eixo Violência, crime e justiça no Brasil. Inclusive alguns dos filmes que iremos exibir são citados e trabalhamos pelo livro. Esses textos, e até mesmo questões de ENEM e vestibulares trazidos pelo livro serão discutidos em sala, o que torna nosso trabalho mais rico, pois adentramos um pouco no campo teórico, a partir das ideais de Michel Foucault, Eduardo Campos Coelho, Alba Zaluar e Luiz Antonio Machado da Silva.

chargeAproveito esta postagem para tratar de outra novidade para este ano. Atendendo prontamente a nossa solicitação, a professora Maria do Socorro Inácio dará um suporte fundamental na área de produção de texto, orientando as professoras envolvidas no projeto no que se refere aos gêneros textuais, pois queremos a partir de 2012 dar uma maior ênfase a produção textual dos alunos, como culminância dos debates, além, é claro, da postagem das opiniões no blog.

SAM_0655Bem, agora é começar efetivamente os trabalhos. Tudo devidamente discutido e apresentado, resta-nos encaminhar o processo e, claro, vamos divulgar cada etapa dele aqui no blog, com fotos, comentários, sinopses dos filmes e reflexões sobre os textos que serão discutidos. Aguardem.

Para finalizar quero explicar como subdividimos o tema Mídia, sociedade e violência urbana que iremos discutir ao longo do ano. Criamos cinco eixos de discussão: violência e desigualdade social, em que exibiremos os filmes cidade de Deus e ônibus 174; violência e sistema prisional, com as películas Carandiru e O prisioneiro da grade de ferro; violência e corrupção social, com tropa de elite 1 e 2; com os filmes Notícias de uma guerra particular e Quebrando o tabu, discutiremos a violência e tráfico de drogas e finalizando, traremos o debate para dentro das instituições de ensino, com o sub-tema violência e escola, onde exibiremos o filme Bullying Extremo.

charge 2 Aguardo a participação de todos. Até a próxima!

2 comentários:

  1. Josemar de Medeiros Cruz - Com sempre fala Bial, eu já dei uma " espiadinha" nos painéis dos acontecidos na nossa querida Escola CEJA, documentar é de relevante importância, e se sabe com vai a boa educação e seus prontuários ativos para o ano letivo; todo bom educador tem que ter senso e direção no que faz, não se faz educação sem planos e estatísticas, e também sem tema e programado esplanado para todo o ano, o CINE HISTÓRIA como diz Sérgio Chapelin, na REDE GLOBO, está a todo vapor! Bem organizado e bem dirigido, e eu sou apenas cooperador voluntário, e às vezes palestrante, mas fçao isso apenas duas vezes por semana; venho a CEJA porque aqui a qualidade do nosso trabalho atinge o mundo pelo BLOG, e atinge os alunos na grande moeda conhecimento, essa é nossa função, como eu dizia no EDUCALUZ ZS, a educação é uma luz, para brilhar e nos alunos criarem SENSO CRÍTICO, e alavancarem no ENEM ou outros vestibulares e, de uma coisa todos tenham certeza, em Brejo Santo quem mais colocou alunos na UNIVERSIDADE foi o CEJA, precisa o governo premiar o CINE HISTÓRIA, porque é único da cidade, e no mundo já está em grandes acessos, beirando os 10.000, é fantástico para nós e toda equipe do CEJA; educação de qualidade fonte e pesquiza fala-se com os educadores, Josemar, Zé Santana Tony do Alto da Bela vista, e a equipe, Lurdes, Josmey e Maria de Casrmo & cia.

    Parabéns, Josemar pelas postagewm, o avanço tecnológico vem iluminar a educação, não sei se no próximo ano posso ajudar o CEJA, mas esse ano estou comprometidíssimo com o CINE HIOSTÓRIA, e o aprendizado de qualidade dispertativas em nós e alunos do EJA e,suas professores brilhante, RUTH, RITINHA, MARGARIDA e LUCÍOLA.

    Josemar, continuemos o CINE HISTÓRIA e revolucionemos o educação brasileira, porque o Livro se SOCIOLOGIA, veio igual ao nosso projeto e no dinamismo intelectual,
    É mole pro Vasco!!! Ou pro Flamenngo?

    Embrece for euip : JOSEMAR, MARIA DO CARMO, LURDES, MARIA DE FÁTIMA, JOSMEY E CIA.

    Poeta, escritor e dramaturgo,
    ZÉ SANTANA < 2012 > 07/04/12
    Brejo Santo - Ce,
    No CEJA, Cine História, Brejo Santo, o Brasil
    e o mundo acontece...

    ResponderExcluir
  2. Muito legal a iniciativa. Eu me lembro de ter assistido poucos filmes quando cursava no ensino fundamental e médio, os professores não usavam essa incrível ferramenta de aprendizado e apoio nos estudos. Por que com filme o aluno terá a sensação de está naquela época ou dentro daquele conflito. Por isso eu apoio muito o cinema como ferramenta auxiliar de aprendizado e de entendimento melhor da história!
    Rafael malmsteen

    ResponderExcluir